Quote da Semana

"Se você vai tentar, vá até o fim.
Caso contrário, nem comece."

- Charles Bukowski.

Resenha: O céu está em todo lugar por Jandy Nelson.

Lennie Walker, obcecada por livros e música, tocava clarinete e vivia de forma segura e feliz, à sombra de sua brilhante irmã mais velha, Bailey. Mas quando Bailey morre de forma abrupta, Lennie é lançada ao centro de sua própria vida, e, apesar de não ter nenhum histórico com rapazes, ela se vê, subitamente, lutando para encontrar o equilíbrio entre dois - um deles a tira da tristeza, o outro a consola.

Finalmente né? Demorou para eu conseguir ter esse livro em mãos. As vezes isso se torna um problema, porque crio muitas expectativas. Mais grande parte dos livros que gosto muito,demoro para comprar. É um fênomeno estranho isso.

Tive grandes problemas com O céu está em todo lugar. Primeiro surtei com esse livro lindo de morrer e depois entrei na bobeira de resolver ler o primeiro cápitulo. Perdi todos os compromissos do meu dia, e nem percebi direito. Gostaria que escrevessem mais livros que excercessem esse " poder" sobre mim. Foi uma tarde muito mais bem gasta do que qualquer tipo de compromisso.

Fiquei de queixo caído logo no inicio. Eu esperava um romance desses que precisam de lencinhos. Me enganei .Não que não exista o romance - e você pode sim precisar dos lencinhos - mas o livro não é só isso. O céu está em todo lugar é muito mais envolvente, complexo e profundo.

Lennie - que leu " O morro dos ventos uivantes" 23 vezes - acaba de perder sua irmã, Bailey. Ela que era o centro de sua vida. E de uma hora para outra ela se vê completamene sozinha. Você vai ver a Lennie falando muito da irmã ao longo do livro, antes de achar irritante, pense em como seria perder um irmão. Não é para menos.

Lennie vive com sua avó e seu tio, Big. Sua mãe vou embora de casa quando ela ainda era muito pequena, e ela nem sequer se lembra dela. Superar a perda de sua irmã não está nada fácil para ela, como não está fácil para Toby que era namorado de Bailey. Unidos pela perda os dois ficam cada vez mais próximos, e um romance começa.
Eles encontram nesse romance um modo de consolo. Estão ligados pela tristeza.

Nas aulas de música Lennie conhece Joe, um aluno novo da escola. Excelente músico, bonito, com um sorriso que a faz esquecer de sua tristeza. Ele tenta cada vez mais se aproximar de Lennie, que confusa, não sabe o que fazer.
Ela quer fugir da dor, mas não pode apagar sua irmã assim.

Ela deveria estár de luto, mas está em dúvida entre um cara lindo e feliz, que pode fazer com que ela esqueça sua tristeza, e, entre o namorado da sua irmã. Situação simples né?

Só para registrar, o Joe me conquistou assim que apareceu no livro.

A narrativa é mágica. Muito difícil parar de ler. Lennie escreve bilhetes, frases e poemas em vários lugares que ficam espalhados por toda a cidade. Você fica louco para saber qual será o próximo.

Não tem um modo de descrever o quão profunda é essa história. Jandy Nelson fez uma estréia brilhante.

Leitura obrigatória!

Você pode comprar o livro aqui. 

Book trailer:


Prepare-se para milhares de quotes!

" - Ela está em um caixão, Toby - falo tão alto, praticamente grito. As palavras me deixam tonta, claustrofóbica, como se precisasse sair do meu corpo.
  Ouço-o procurando por ar. Quando fala, sua voz é tão fraca que mal consigo ouvir em meio aos nossos passos: - Não, ela não está." pág.122

" Quando estou com ele,
  há alguém comigo
  em minha casa de tristeza,
  alguém que conhece
  sua arquitetura como eu,
  que pode caminhar comigo,
  pasaroso, de cômodo em cômodo,
  fazendo com que toda estrutura sinuosa
  de vento e de vazio
  não seja tão assustadora, tão solitária
  como antes" pág.125

" Sempre imaginei a música presa dentro de meu clarinete, não dentro de mim. Mas e se a música for o que escapa de um coração partido?" pág.137

" Essa é uma concepção errada, Lennie, o céu está em todo lugar, começa aqui, aos nossos pés" pág.183

" Todo o seu conhecimento não vale mais nada.Tudo o que ela aprendeu a vida toda e ouviu e vio. A sua forma específica de ver Hamlet ou as margaridas, ou sua ideia sobre o amor, todos os seus complexos pensamentos escondidos e as consequentes reflexões secretas - tudo isso se foi também. Um dia ouvi essa máxima " Toda vez que alguem morre, uma biblioteca se incendeia". Estou vendo uma ser queimada diante de mim." pág.234

" O mundo não é um lugar seguro" pág. 255

" Lembra-se 
  de como foi
  quando
  nos
  beijamos?
  Quantidades
  e
  quantidades
  de
  luz
  lançadas
  diretamente sobre nós.
  Uma
  corda
  pendendo
  do
  céu.
  Como 
  a
  palavra 
  amor
  e a 
  palavra 
  vida
  conseguem
  caber na boca? "pág. 341

" Havia uma garota que um dia morreu.
  Ela passava seus dias espiando
  pela fresta do céu,
  segurava o queixo com a palma da mão.
  Sentia-se tão entediada quanto uma pedra,
  ainda não havia se adaptado
  ao ritmo lento da vida celestial. 
  Sua irmã olhava para cima
  e acenava,
  e a garota morta acenava também,
  mais estava loge demais
  para a irmã conseguir vê-la.
  A garota morta achava que sua irmã
  talvez lhe escrevesse recados
  mas a viagem era longa demais
  por algumas mensagens rascunhadas aqui e ali,
  então ela as deixou para lá.
  Aí, um dia , sua irmã terrestre finalmente percebeu
  que do céu ela podia ouvir música.
  Então, depois disso, tudo o que precisava lhe contar,
  fazia por meio de seu clarinete,
  e, cada vez que tocava, a garota morta
  se levantava subitamente ( não importava o que tivesse fazendo)
  e dançava." pág387

10 comentários

  1. Olá, Máh!
    Eu já li diversas resenhas sobre esse livro e pretendo comprá-lo assim que possível. :)
    Gostei da resenha!
    Beijos!

    Biih
    http://hellostar.org

    ResponderExcluir
  2. Oi, Má!
    Esse livro parece ser muito bom! Já li várias resenhas positivas sobre ele e todos que leem, me indicam. A capa dele é linda mesmo, vi um dia na livraria e fiquei apaixonada! Pena que não deu pra comprar :(

    Beijos!
    http://livrosnacabeca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Pois é super profunda mesmo a história, toca super no nosso coração, eu senti pela Lennie várias coisas ao mesmo tempo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde.
    Desculpa o incomodo, mas venho hoje pedir que olhe com carinho meu blog de resenhas literárias, o O Leitor.
    Se puder fazer parte, agradecemos.

    Obrigada e uma ótima segunda-feira. Beijos,

    Pamela.

    ResponderExcluir
  5. Um dos livros mais bonitos que já li em toda a minha vida... Impossível não se sentir Joelirante, haha :D
    Adorei sua resenha! Me deu até vontade de relê-lo! Haha



    Beijinhos, Amanda Cristina.
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  6. Ai, esse é um livro que não me desce, não consigo pensar em ler ele. Acho que não tem relação você ficar se sentindo ruim por estar se apaixonando e sua irmão ter acabado de morrer. Mas todo mundo fala que o livro é lindo, então algum dia vou ler só para provar para mim que estou enganada ahauhaua.


    Bjsss
    www.frozenlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Máh!

    Eu pretendo ler essa semana o livro, puxa adorei a resenha, o livro parece que marcou mesmo, é tão bom quando é assim.

    Abs

    ResponderExcluir
  8. Estou doida por esse livro, parece simplesmente fantástico, tocantes, arrebatador, surpreendente.
    Parece realmente uma história totalmente envolvente, pois a perda é algo que meche com todos nós. Amo livros que tenha uma certa complexidade. Esse livro parece realmente marcante. Parabéns pela resenha, me fez querer ainda mais ler o livro.
    Bjão!

    -Amigas Entre Livros-

    ResponderExcluir
  9. Oiii *-*
    Eu não me canso de ler resenhas de O céu está em todo lugar, já li, amei demais e adoro ver todas as lindas resenhas que as pessoas fazem! E a sua me deu mais vontade ainda de lê-lo mais uma vez *-* coisa linda! haha' Uma vez li uma resenha que falava que era tudo frescura da Lennie (não com essas palavras, mas deixava bem claro que era isso que a pessoa pensava), NUNCA MAIS VOLTEI NO BLOG, kkkkkkkkkkkk' Sério, fiquei mt revoltada, como assim cara? u.u rs
    Booom.. e você me pediu um e-mail de contato, tem lá na pag de trocas, é: estrela.nanda@gmail.com

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Fico dividida: não sei se leio ou não.
    Sei lá, apesar de todo mundo falar muito bem, ando correndo dessas leituras muito intensas.
    HAHAHA

    Adorei a resenha.

    Bjsss

    ResponderExcluir

Oi, pessoal! Obrigado por comentar e dividir suas opinioẽs, só tomem cuidado com comentários ofensivos.